WeChat, concorrente do WhatsApp paga US$ 25,00 para quem conseguir adeptos

Em uma estratégia um tanto ousada, a Tencent Holdings, empresa que administra o aplicativo chinês WeChat tenta conseguir usuários nos Estados Unidos, e expandir seus serviços no país. Ela irá pagar US$ 25,00 (isso mesmo, em torno de 50 reais) aos usuários que conseguirem adeptos, estratégia usada por outras empresas, mas com preços bem menores em relação a este.

O aplicativo já é sucesso na China, e agora busca mercado também na América, e para isso não polpa esforços, mesmo tendo que enfrentar o sucesso do WhatsApp que a poucos dias chegou a marca de 430 milhões de usuários. O WeChat  já conta com seus  272 milhões, ou seja pouco mais da metade em comparação ao concorrente, mas a maioria destes usuários estão na China, mas já está também em alguns países da África e na Espanha. Mas com essa nova campanha logo se espalhará.

A promoção acontece da seguinte forma: o usuários conecta a sua conta do WeChat com a do Google e convida seus amigos, a cada cinco adeptos por seus convites ele ganha um crédito de US$ 25,00 para gastar com o site Restaurant.com. No ano passado o aplicativo passou a permitir que as pessoas se conectem usando as contas do Google.

Outros desafios que o aplicativo encontrará nos Estados Unidos são: o app menseger do Facebook, o SnapChat, dentre outros, além do WhatsApp já citado. Mas com a Tencent está confiante nessa nova campanha, e em outras, pois só no ano passado a empresa gastou US $ 200 milhões de publicidade WeChat no exterior, e contratou o astro do futebol argentino Lionel Messi para comerciais de TV.

O WeChat chegou ao Brasil no final do ano passado, junto com o Line, e pode ser baixado no seu site oficial, com versões para diferentes aparelhos. Entre suas funcionalidades está a opção de chat de voz ao vivo, as chamadas de vídeo, um sistema de Backup de Histórico e de Girar a Garrafa, cuja a descrição no site oficial diz: “Selecione ‘Jogar’ para enviar a sua mensagem de voz ou texto, depois espere para ver se alguém irá pegar a sua garrafa e responder”. Mas sua campanha de pagar a usuários ainda não chegou o Brasil.

Mas e aí, o que você achou do Aplicativo? E da campanha dele nos EUA? Deixe seu comentário, e contribua para o Clube dos Geeks.

Fontes de Pesquisa: Olhar DigitalWall Street JournalSite Oficial WeChat no Brasil

 

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.